Conselho Tutelar “Já me vi batendo na porta de vizinhos após a gravação da série”, revela Roberto Bomtempo

“Já me vi batendo na porta de vizinhos após a gravação da série”, revela Roberto Bomtempo

Ator conta que não suportaria estar diante de casos violentos contra crianças

“Já me vi batendo na porta de vizinhos após a gravação da série”, revela Roberto Bomtempo

Bomtempo é protagonista da minissérie, ao lado de Paulo Vilella

Bomtempo é protagonista da minissérie, ao lado de Paulo Vilella

Divulgação/Record

Roberto Bomtempo é o grande protagonista de Conselho Tutelar. Ele interpreta um veterano conselheiro, que acaba deixando a própria família de lado para prestar ajuda às crianças necessitadas. Para o ator, é um privilégio reproduzir situações reais.

─ Eu gosto muito de trabalhar com histórias verídicas. Quando a obra tem uma função social e pode provocar mudanças, ganha outra dimensão. A nossa profissão nos dá este privilégio, e o Sereno e a Record me direcionaram esta oportunidade. Espero que Conselho Tutelar provoque, acima de tudo, uma reflexão.

Roberto Bomtempo conta que de Sereno, nome de seu personagem, ele não tem nada. É um homem firme e dedicado.

─ Ele é bastante agitado, ativo e vocacionado. Sereno dedicou a vida ao Conselho Tutelar, o que fez com que deixasse a própria vida de casal e pai de lado. É um cara que toca a vida pensando em crianças que necessitam de ajuda e larga o que for, a qualquer hora, para prestar socorro.

O ator revelou que, após participar da minissérie, passou a olhar ainda mais para as pessoas ao seu redor e chegou a intervir em brigas de vizinhos.

Fiquei mais alerta e, por duas vezes, já me vi batendo na porta de vizinhos, por volta de 1h da madrugada. Ouvia choro de criança, discussão e imaginei que algo poderia estar errado. Realmente, a série nos deixa atentos.

Como característica em comum com seu personagem, Bomtempo aponta a intolerância à violência.

─ Tenho uma paixão enorme por criança, inclusive tenho filhos e muitos sobrinhos. Não suportaria estar diante de um caso forte, tenho amor pela vida.

    Access log