Jornal da Record Bolívia pede deportação da agente de tráfego do voo da Chapecoense

Bolívia pede deportação da agente de tráfego do voo da Chapecoense

Celia Monasterio, a agente de tráfego aéreo que recebeu o plano de voo do avião da LaMia, pediu asilo no Brasil, alegando ameaças de morte. Ela alertou que a aeronave só teria combustível para o tempo exato da viagem até Medellín, mas não impediu que o avião decolasse. O Ministério Público da Bolívia investiga pelo menos seis pessoas suspeitas de ter alguma responsabilidade no acidente com a equipe da Chapecoense.

    Access log