Azenate (fase adulta) (Maytê Piragibe): Desiste de se tornar uma sacerdotisa pelo amor que sente por José e tem que enfrentar a fúria do pai. Mesmo assim, luta por esse amor proibido até o fim. Tem conflitos religiosos também com seu amado, já que José adora somente o Deus de Israel e ela idolatra vários deuses do Egito. Frequenta a casa de Potifar e Sati com o pai. É amiga e dama de companhia de Tany, esposa do Faraó. Casa-se com José depois de muitos desencontros e lhe dá dois filhos: Manassés e Efraim.

Azenate (fase adulta)

Maytê Piragibe

Desiste de se tornar uma sacerdotisa pelo amor que sente por José e tem que enfrentar a fúria do pai. Mesmo assim, luta por esse amor proibido até o fim. Tem conflitos religiosos também com seu amado, já que José adora somente o Deus de Israel e ela idolatra vários deuses do Egito. Frequenta a casa de Potifar e Sati com o pai. É amiga e dama de companhia de Tany, esposa do Faraó. Casa-se com José depois de muitos desencontros e lhe dá dois filhos: Manassés e Efraim.
Azenate (1ª fase) (Anna Rita Cerqueira): Filha do sacerdote Pentephres. Moça linda, bondosa, alegre, doce e devota aos deuses egípcios. Extremamente correta e determinada. Está sendo preparada para se tornar uma sacerdotisa e se casar com o deus de sua cultura. Para isso tem que abrir mão de se casar e ter filhos. Vive um conflito interno ao se apaixonar por José, já que não quer desagradar o pai. Sabe que ele nunca permitiria o seu relacionamento com um escravo estrangeiro. Sofre com o ódio do pai pelo homem que ama. É musicista, toca vários instrumentos da época.

Azenate (1ª fase)

Anna Rita Cerqueira

Filha do sacerdote Pentephres. Moça linda, bondosa, alegre, doce e devota aos deuses egípcios. Extremamente correta e determinada. Está sendo preparada para se tornar uma sacerdotisa e se casar com o deus de sua cultura. Para isso tem que abrir mão de se casar e ter filhos. Vive um conflito interno ao se apaixonar por José, já que não quer desagradar o pai. Sabe que ele nunca permitiria o seu relacionamento com um escravo estrangeiro. Sofre com o ódio do pai pelo homem que ama. É musicista, toca vários instrumentos da época.
Benjamin (1ª fase) (Eduardo Mello): Pastor de ovelhas. Não gosta do excesso de cuidados que recebe de Jacó. Preferia ser livre e fazer o que bem entendesse com os irmãos. Seria um rebelde se não fosse pelo respeito que tem pelo pai. Maduro para a idade, consciente, justo. Apaixona-se por Mara.

Benjamin (1ª fase)

Eduardo Mello

Pastor de ovelhas. Não gosta do excesso de cuidados que recebe de Jacó. Preferia ser livre e fazer o que bem entendesse com os irmãos. Seria um rebelde se não fosse pelo respeito que tem pelo pai. Maduro para a idade, consciente, justo. Apaixona-se por Mara.
Benjamin (fase adulta) (Gustavo Leão): Pastor de ovelhas. Não gosta do excesso de cuidados que recebe de Jacó. Preferia ser livre e fazer o que bem entendesse com os irmãos. Seria um rebelde se não fosse pelo respeito que tem pelo pai. Maduro para a idade, consciente, justo. Apaixona-se por Mara.

Benjamin (fase adulta)

Gustavo Leão

Pastor de ovelhas. Não gosta do excesso de cuidados que recebe de Jacó. Preferia ser livre e fazer o que bem entendesse com os irmãos. Seria um rebelde se não fosse pelo respeito que tem pelo pai. Maduro para a idade, consciente, justo. Apaixona-se por Mara.
Bila (Carla Cabral): Ex-serva de Raquel que é dada a Jacó como concubina para lhe dar filhos em seu lugar. Acaba se envolvendo com o filho mais velho de Jacó, Ruben, e sofre muito por conta desse amor proibido. É fiel à Raquel, dedicada, amorosa, humilde. Sabe se colocar em seu lugar de serva e concubina. Não gosta que seus filhos impliquem com José. É mãe de Dã e Naftali. É Bila quem ajuda Jacó a cuidar de Benjamin depois da morte de Raquel.

Bila

Carla Cabral

Ex-serva de Raquel que é dada a Jacó como concubina para lhe dar filhos em seu lugar. Acaba se envolvendo com o filho mais velho de Jacó, Ruben, e sofre muito por conta desse amor proibido. É fiel à Raquel, dedicada, amorosa, humilde. Sabe se colocar em seu lugar de serva e concubina. Não gosta que seus filhos impliquem com José. É mãe de Dã e Naftali. É Bila quem ajuda Jacó a cuidar de Benjamin depois da morte de Raquel.
Diná (1ª fase) (Marcela Barrozo): Filha de Jacó e Lia e única filha mulher de Jacó. É amável, ingênua, otimista, amiga de José. Sofre uma grande desilusão amorosa. É estuprada pelo jovem Siquém. Depois desse episódio, fica deprimida, isolada e não consegue reagir. Vai se apaixonar muito tempo depois por Gibar.

Diná (1ª fase)

Marcela Barrozo

Filha de Jacó e Lia e única filha mulher de Jacó. É amável, ingênua, otimista, amiga de José. Sofre uma grande desilusão amorosa. É estuprada pelo jovem Siquém. Depois desse episódio, fica deprimida, isolada e não consegue reagir. Vai se apaixonar muito tempo depois por Gibar.
Diná (2ª fase) (Samara Felippo): Filha de Jacó e Lia e única filha mulher de Jacó. É amável, ingênua, otimista, amiga de José. Sofre uma grande desilusão amorosa. É estuprada pelo jovem Siquém. Depois desse episódio, fica deprimida, isolada e não consegue reagir. Vai se apaixonar muito tempo depois por Gibar.

Diná (2ª fase)

Samara Felippo

Filha de Jacó e Lia e única filha mulher de Jacó. É amável, ingênua, otimista, amiga de José. Sofre uma grande desilusão amorosa. É estuprada pelo jovem Siquém. Depois desse episódio, fica deprimida, isolada e não consegue reagir. Vai se apaixonar muito tempo depois por Gibar.
Elisa (Babi Xavier): Mulher de Judá. Vive bem com ele. Generosa, mãe superprotetora e permissiva. Sabe que os filhos vivem fazendo coisas erradas, mas passa a mão na cabeça deles. Judá a acusa de ter estragado os filhos. É uma sogra amorosa para Tamar a princípio, mas depois acha que a moça tem algo de errado. Dois de seus filhos morrem logo após o casamento.

Elisa

Babi Xavier

Mulher de Judá. Vive bem com ele. Generosa, mãe superprotetora e permissiva. Sabe que os filhos vivem fazendo coisas erradas, mas passa a mão na cabeça deles. Judá a acusa de ter estragado os filhos. É uma sogra amorosa para Tamar a princípio, mas depois acha que a moça tem algo de errado. Dois de seus filhos morrem logo após o casamento.
Er (Binho Beltrão): Filho mais velho de Judá e Elisa. Nunca assume o que faz de errado. É casado com Tamar. É beberrão, desonesto, astuto e não leva nada a sério. Não respeita o pai e se faz de vítima para a mãe.

Er

Binho Beltrão

Filho mais velho de Judá e Elisa. Nunca assume o que faz de errado. É casado com Tamar. É beberrão, desonesto, astuto e não leva nada a sério. Não respeita o pai e se faz de vítima para a mãe.
Faraó (Leonardo Vieira): Seu nome é Apopi. É idolatrado pelo povo egípcio, tido como um deus vivo. É o homem mais poderoso daquele tempo e um bom líder. Apaixonado por sua esposa Tany, ouve muito os seus conselhos. É temperamental, impulsivo, irritável facilmente e tem a tendência a ficar deprimido. Faz de José o governador do Egito depois que ele lhe interpreta os sonhos.

Faraó

Leonardo Vieira

Seu nome é Apopi. É idolatrado pelo povo egípcio, tido como um deus vivo. É o homem mais poderoso daquele tempo e um bom líder. Apaixonado por sua esposa Tany, ouve muito os seus conselhos. É temperamental, impulsivo, irritável facilmente e tem a tendência a ficar deprimido. Faz de José o governador do Egito depois que ele lhe interpreta os sonhos.
Gibar (Caetano O’Maihlan): Pede a mão de Diná em casamento e aceita se casar com ela, mesmo sabendo que não é amado. Faz de tudo para conquistar o coração da moça. É um marido paciente, dedicado, que entende a dor da esposa. Vai se tornar o seu grande amor.

Gibar

Caetano O’Maihlan

Pede a mão de Diná em casamento e aceita se casar com ela, mesmo sabendo que não é amado. Faz de tudo para conquistar o coração da moça. É um marido paciente, dedicado, que entende a dor da esposa. Vai se tornar o seu grande amor.
Hamor (Henri Pagnoncelli): Homem riquíssimo e poderoso, dono das terras onde Jacó se estabelece com a família. Faz negócio com Jacó e eles passam a ser vizinhos. Fica furioso quando descobre que o filho violentou Diná, filha de Jacó. Quer reparar o erro do filho.

Hamor

Henri Pagnoncelli

Homem riquíssimo e poderoso, dono das terras onde Jacó se estabelece com a família. Faz negócio com Jacó e eles passam a ser vizinhos. Fica furioso quando descobre que o filho violentou Diná, filha de Jacó. Quer reparar o erro do filho.
Hapu (Iran Malfitano): Servo de Potifar. Humilha José. Homem violento, idólatra, que tenta provocar José a todo custo. Ajuda Sati, com quem já teve um caso, a incriminar José. É um homem rude, autoritário, mas fica mansinho diante de Sati. É dominado por ela.

Hapu

Iran Malfitano

Servo de Potifar. Humilha José. Homem violento, idólatra, que tenta provocar José a todo custo. Ajuda Sati, com quem já teve um caso, a incriminar José. É um homem rude, autoritário, mas fica mansinho diante de Sati. É dominado por ela.
Jacó (Celso Frateschi): Tem seu caráter transformado e recebe de Deus o nome de Israel. É um homem honrado e trabalhador. Pai de José e mais 11 filhos. Casado com Lia e Raquel. Tem ainda Zilpa e Bila como concubinas. É apaixonado por Raquel e tem predileção pelo filho que tem com ela, José. Mais tarde se apega a Benjamin, filho da sua velhice. É um homem passivo, que não consegue controlar seus filhos mais velhos. Quando a situação fica crítica, ele explode. Pai amoroso de José, Diná e Benjamin. Mantém as tradições de seu povo.

Jacó

Celso Frateschi

Tem seu caráter transformado e recebe de Deus o nome de Israel. É um homem honrado e trabalhador. Pai de José e mais 11 filhos. Casado com Lia e Raquel. Tem ainda Zilpa e Bila como concubinas. É apaixonado por Raquel e tem predileção pelo filho que tem com ela, José. Mais tarde se apega a Benjamin, filho da sua velhice. É um homem passivo, que não consegue controlar seus filhos mais velhos. Quando a situação fica crítica, ele explode. Pai amoroso de José, Diná e Benjamin. Mantém as tradições de seu povo.
Jetur (Thelmo Fernandes): Ismaelita, negociante de escravo, mercenário e interesseiro. Compra José dos irmãos e o faz passar pelas piores humilhações. Homem sem coração e sem escrúpulos. Vende José a Potifar.

Jetur

Thelmo Fernandes

Ismaelita, negociante de escravo, mercenário e interesseiro. Compra José dos irmãos e o faz passar pelas piores humilhações. Homem sem coração e sem escrúpulos. Vende José a Potifar.
José (1ª fase) (Ricky Tavares): Filho de Jacó e Raquel. Décimo primeiro filho e o favorito de Jacó. Inteligente, esperto, alegre, autoconfiante, sensível e doce. Às vezes é um pouco imaturo e provoca os irmãos mesmo sem querer. É vendido como escravo e sofre muito.

José (1ª fase)

Ricky Tavares

Filho de Jacó e Raquel. Décimo primeiro filho e o favorito de Jacó. Inteligente, esperto, alegre, autoconfiante, sensível e doce. Às vezes é um pouco imaturo e provoca os irmãos mesmo sem querer. É vendido como escravo e sofre muito.
José (2ª fase) (Ângelo Paes Leme): Na fase adulta, José se torna ainda mais atraente, atlético e charmoso. Seu charme é natural, não faz nada para atrair a atenção das mulheres, que se encantam por ele. Torna-se um homem mais calado, triste e sofrido. É gentil, generoso, um pouco tímido e tem um ar misterioso. Mesmo passando por tantos obstáculos, mantém sua fé em Deus. Tem o dom de interpretar sonhos.

José (2ª fase)

Ângelo Paes Leme

Na fase adulta, José se torna ainda mais atraente, atlético e charmoso. Seu charme é natural, não faz nada para atrair a atenção das mulheres, que se encantam por ele. Torna-se um homem mais calado, triste e sofrido. É gentil, generoso, um pouco tímido e tem um ar misterioso. Mesmo passando por tantos obstáculos, mantém sua fé em Deus. Tem o dom de interpretar sonhos.
Judá (Vitor Hugo): Quarto filho de Jacó e Lia. Sugere que os irmãos vendam José como escravo para livrá-lo da morte, mas sente remorso pelo que fez. Sempre discute com Simeon. É atormentado pela culpa. Ele se oferece para ser escravo no lugar de Benjamin quando estão no Egito. É casado com Elisa e tem três filhos: Er, Onã e Selá. Fica viúvo e se envolve com sua nora, Tamar.

Judá

Vitor Hugo

Quarto filho de Jacó e Lia. Sugere que os irmãos vendam José como escravo para livrá-lo da morte, mas sente remorso pelo que fez. Sempre discute com Simeon. É atormentado pela culpa. Ele se oferece para ser escravo no lugar de Benjamin quando estão no Egito. É casado com Elisa e tem três filhos: Er, Onã e Selá. Fica viúvo e se envolve com sua nora, Tamar.
Kedar (Bruno Padilha): Marido de Naamá e pai de Mara. É comerciante na cidade de Siquém e morre no massacre promovido por Simeon e Levi.

Kedar

Bruno Padilha

Marido de Naamá e pai de Mara. É comerciante na cidade de Siquém e morre no massacre promovido por Simeon e Levi.
Levi (Felipe Cardoso): Terceiro filho de Jacó e Lia. Trama com Simeon o massacre de Siquém. Instável emocionalmente. Pode ser divertido e amigável, mas também muito agressivo. É influenciável e se deixa levar pelas artimanhas de Simeon.

Levi

Felipe Cardoso

Terceiro filho de Jacó e Lia. Trama com Simeon o massacre de Siquém. Instável emocionalmente. Pode ser divertido e amigável, mas também muito agressivo. É influenciável e se deixa levar pelas artimanhas de Simeon.
Lia (Denise Del Vecchio): Irmã mais velha de Raquel e esposa de Jacó. Inveja a irmã e adora fazer intrigas. Envenena Simeon e os outros filhos contra José. Tenta ganhar o amor do marido, mas é sempre rejeitada por ele. Mulher amargurada, orgulhosa, fria e carente. Depois da morte de Raquel tenta se reaproximar do marido e conquistar seu amor.

Lia

Denise Del Vecchio

Irmã mais velha de Raquel e esposa de Jacó. Inveja a irmã e adora fazer intrigas. Envenena Simeon e os outros filhos contra José. Tenta ganhar o amor do marido, mas é sempre rejeitada por ele. Mulher amargurada, orgulhosa, fria e carente. Depois da morte de Raquel tenta se reaproximar do marido e conquistar seu amor.
Mara (1ª fase) (Bia Braga): Sobrevivente do massacre de Siquém junto com sua mãe, Naamá. No início da história é apenas um bebê, mas guarda marcas profundas da morte do pai, Kedar, no massacre. Na adolescência, Mara começa a tecer planos de vingança contra Simeon e Levi, que mataram seu pai e todo o seu povo. Este desejo vai ser atrapalhado pela história de amor que vive com Benjamin.

Mara (1ª fase)

Bia Braga

Sobrevivente do massacre de Siquém junto com sua mãe, Naamá. No início da história é apenas um bebê, mas guarda marcas profundas da morte do pai, Kedar, no massacre. Na adolescência, Mara começa a tecer planos de vingança contra Simeon e Levi, que mataram seu pai e todo o seu povo. Este desejo vai ser atrapalhado pela história de amor que vive com Benjamin.
Mara (2ª fase) (Juliana Boller): Quando cresce, Mara se torna uma pessoa revoltada. Aos poucos, o amor de Benjamin vai transformando o coração ferido da moça.

Mara (2ª fase)

Juliana Boller

Quando cresce, Mara se torna uma pessoa revoltada. Aos poucos, o amor de Benjamin vai transformando o coração ferido da moça.
Mitri (Joelson Medeiros): Trabalha como escriba na casa de Potifar. Ensina José a ler os hieróglifos egípcios e se torna seu grande amigo. Passa a ser o braço direito de José quando ele se torna governador do Egito.

Mitri

Joelson Medeiros

Trabalha como escriba na casa de Potifar. Ensina José a ler os hieróglifos egípcios e se torna seu grande amigo. Passa a ser o braço direito de José quando ele se torna governador do Egito.
Naamá (Nanda Ziegler): Mãe de Mara. Vivia um casamento feliz com Kedar, mas viu seu mundo ruir com a morte do marido e de seu povo no massacre de Siquém. Apesar de ter presenciado o assassinato de Kedar e de ter sido levada como cativa pelos hebreus, Naamá não guarda nenhum sentimento de vingança, apenas uma grande tristeza. Tenta dissuadir a filha de fazer justiça com as próprias mãos. É dada como esposa a Ruben e se apaixona por ele. Sofre por saber que o marido ama outra mulher.

Naamá

Nanda Ziegler

Mãe de Mara. Vivia um casamento feliz com Kedar, mas viu seu mundo ruir com a morte do marido e de seu povo no massacre de Siquém. Apesar de ter presenciado o assassinato de Kedar e de ter sido levada como cativa pelos hebreus, Naamá não guarda nenhum sentimento de vingança, apenas uma grande tristeza. Tenta dissuadir a filha de fazer justiça com as próprias mãos. É dada como esposa a Ruben e se apaixona por ele. Sofre por saber que o marido ama outra mulher.
Nekau (Rafael Sardão): Copeiro do Faraó. Homem leal, dedicado e religioso. Conhece José na prisão. É preso injustamente. Torna-se deprimido, triste, sem vida. Volta a ser feliz quando é solto. Ajuda José.

Nekau

Rafael Sardão

Copeiro do Faraó. Homem leal, dedicado e religioso. Conhece José na prisão. É preso injustamente. Torna-se deprimido, triste, sem vida. Volta a ser feliz quando é solto. Ajuda José.
Onã (Henrique Ramiro): Filho de Judá e Elisa. Quando Tamar fica viúva de Er, ele se casa com ela para cumprir a lei do levirato, mas não quer que ela engravide para não deixar a herança para o bebê, que seria considerado filho de Er e não dele. Quer burlar a lei e acaba sendo vítima de uma fatalidade.

Onã

Henrique Ramiro

Filho de Judá e Elisa. Quando Tamar fica viúva de Er, ele se casa com ela para cumprir a lei do levirato, mas não quer que ela engravide para não deixar a herança para o bebê, que seria considerado filho de Er e não dele. Quer burlar a lei e acaba sendo vítima de uma fatalidade.
Pentephres (Eduardo Lago): É também conhecido como Sacerdote de Om. Mago, pai de Azenate. Tem uma relação de carinho e amor pela filha e não se conforma quando ela desiste do sacerdócio por causa de um escravo e ainda por cima estrangeiro. Não gosta de José. Sente inveja do seu poder de interpretar sonhos. Quer que José se curve a outros deuses e é obrigado a aceitar o casamento da filha porque é uma ordem do Faraó, mas faz de tudo para atrapalhar a relação do casal. É manipulador, ambicioso e corrupto. Quer ter o Faraó nas mãos e disputa a sua atenção com Tany. Como tem profundo conhecimento de astrologia, medicina e religião, se acha superior a todos. Grande líder religioso e ao mesmo tempo um herege da religião que representa.

Pentephres

Eduardo Lago

É também conhecido como Sacerdote de Om. Mago, pai de Azenate. Tem uma relação de carinho e amor pela filha e não se conforma quando ela desiste do sacerdócio por causa de um escravo e ainda por cima estrangeiro. Não gosta de José. Sente inveja do seu poder de interpretar sonhos. Quer que José se curve a outros deuses e é obrigado a aceitar o casamento da filha porque é uma ordem do Faraó, mas faz de tudo para atrapalhar a relação do casal. É manipulador, ambicioso e corrupto. Quer ter o Faraó nas mãos e disputa a sua atenção com Tany. Como tem profundo conhecimento de astrologia, medicina e religião, se acha superior a todos. Grande líder religioso e ao mesmo tempo um herege da religião que representa.
Potifar (Taumaturgo Ferreira): Compra José de um mercador de escravos. Vira mentor de José e o coloca como mordomo de sua casa. Trata o jovem hebreu como um filho e se afeiçoa a ele. Sofre grande decepção quando sua mulher acusa José de ter tentado violentá-la, mas no fundo desconfia da verdade. É o comandante da guarda pessoal do Faraó, fiel, bom caráter, incansável, grande estrategista. Faz todas as vontades de sua esposa Sati.

Potifar

Taumaturgo Ferreira

Compra José de um mercador de escravos. Vira mentor de José e o coloca como mordomo de sua casa. Trata o jovem hebreu como um filho e se afeiçoa a ele. Sofre grande decepção quando sua mulher acusa José de ter tentado violentá-la, mas no fundo desconfia da verdade. É o comandante da guarda pessoal do Faraó, fiel, bom caráter, incansável, grande estrategista. Faz todas as vontades de sua esposa Sati.
Raquel (Mylla Christie): Esposa amada de Jacó. Muito bela, sofre com a inveja da irmã Lia, que disputa com ela a atenção do marido. Engravida, depois de muitos anos, de José, fruto de um milagre, já que era estéril. Morre ao dar à luz seu segundo filho, Benjamin.

Raquel

Mylla Christie

Esposa amada de Jacó. Muito bela, sofre com a inveja da irmã Lia, que disputa com ela a atenção do marido. Engravida, depois de muitos anos, de José, fruto de um milagre, já que era estéril. Morre ao dar à luz seu segundo filho, Benjamin.
Ruben (Guilherme Winter): Filho primogênito de Jacó e Lia. Tem um caso com Bila, concubina do pai e mais velha do que ele. Tenta livrar José de ser morto pelos irmãos. É irresponsável, impetuoso, imaturo e, ao mesmo tempo, generoso. Sente pena de José, mas o inveja por ele ter tomado o seu lugar na preferência do pai. Mesmo assim, sente-se na obrigação de protegê-lo. O pai não confia em Ruben para ser o seu sucessor. Ruben se casa com Naamá, mesmo sendo apaixonado por Bila.

Ruben

Guilherme Winter

Filho primogênito de Jacó e Lia. Tem um caso com Bila, concubina do pai e mais velha do que ele. Tenta livrar José de ser morto pelos irmãos. É irresponsável, impetuoso, imaturo e, ao mesmo tempo, generoso. Sente pena de José, mas o inveja por ele ter tomado o seu lugar na preferência do pai. Mesmo assim, sente-se na obrigação de protegê-lo. O pai não confia em Ruben para ser o seu sucessor. Ruben se casa com Naamá, mesmo sendo apaixonado por Bila.
Sati (Larissa Maciel): Mulher de Potifar, lindíssima, sensual, mimada e fútil. Vive bem com o marido, mas não resiste a uma aventura extraconjugal. Fica encantada por José e se apaixona por ele. Começa o assédio lentamente, mas aos poucos o desejo de se deitar com José vira uma obsessão. Ela não se conforma com as recusas do rapaz e resolve se vingar. Mente que José tentou violentá-la e, por esse motivo, ele vai para a prisão.

Sati

Larissa Maciel

Mulher de Potifar, lindíssima, sensual, mimada e fútil. Vive bem com o marido, mas não resiste a uma aventura extraconjugal. Fica encantada por José e se apaixona por ele. Começa o assédio lentamente, mas aos poucos o desejo de se deitar com José vira uma obsessão. Ela não se conforma com as recusas do rapaz e resolve se vingar. Mente que José tentou violentá-la e, por esse motivo, ele vai para a prisão.
Selá (João Vitor): Irmão mais novo de Er e Onã. Seria o próximo a se casar com Tamar, mas Judá não permite o casamento dando a desculpa de que o rapaz ainda não tem idade. No fundo, tem medo que o filho também morra ao se casar com a moça. É um rapaz obediente, bom, honesto, ao contrário dos irmãos.

Selá

João Vitor

Irmão mais novo de Er e Onã. Seria o próximo a se casar com Tamar, mas Judá não permite o casamento dando a desculpa de que o rapaz ainda não tem idade. No fundo, tem medo que o filho também morra ao se casar com a moça. É um rapaz obediente, bom, honesto, ao contrário dos irmãos.
Seneb (Sandro Rocha): Carcereiro. Abusa de sua autoridade. Trata os presos com desprezo e violência. Não gosta de José a princípio, mas quando está à beira da morte, é cuidado por ele. Fica impressionado com a bondade e com a fé de José. Torna-se seu amigo e muda seu modo de agir por influência dele.

Seneb

Sandro Rocha

Carcereiro. Abusa de sua autoridade. Trata os presos com desprezo e violência. Não gosta de José a princípio, mas quando está à beira da morte, é cuidado por ele. Fica impressionado com a bondade e com a fé de José. Torna-se seu amigo e muda seu modo de agir por influência dele.
Simeon (Caio Junqueira): Segundo filho de Jacó e Lia. É quem instiga os irmãos contra José. Odeia o irmão. Tem a ideia de matá-lo. É o mais cruel de todos, tem o coração duro, vingativo, violento e não se arrepende de ter vendido José. Só vai se sensibilizar quando reencontrar o irmão. Trama com Levi o massacre de Siquém.

Simeon

Caio Junqueira

Segundo filho de Jacó e Lia. É quem instiga os irmãos contra José. Odeia o irmão. Tem a ideia de matá-lo. É o mais cruel de todos, tem o coração duro, vingativo, violento e não se arrepende de ter vendido José. Só vai se sensibilizar quando reencontrar o irmão. Trama com Levi o massacre de Siquém.
Siquém (Paulo Nigro): Filho de Hamor. Bonito, bom de lábia, charmoso. Estupra Diná, mas se apaixona por ela. É morto pelos irmãos da moça.

Siquém

Paulo Nigro

Filho de Hamor. Bonito, bom de lábia, charmoso. Estupra Diná, mas se apaixona por ela. É morto pelos irmãos da moça.
Tamar (Camila Rodrigues): Mulher de Er e depois mulher de Onã. Fica viúva dos dois maridos. Alguns anos depois, engravida de seu sogro Judá, por quem se apaixona. Mulher forte, decidida, corajosa, sofredora, de grande caráter.

Tamar

Camila Rodrigues

Mulher de Er e depois mulher de Onã. Fica viúva dos dois maridos. Alguns anos depois, engravida de seu sogro Judá, por quem se apaixona. Mulher forte, decidida, corajosa, sofredora, de grande caráter.
Tany (Bianca Rinaldi): Mulher do Faraó. Linda, discreta, paciente e sábia. Está sempre do lado do bem e da justiça. Tenta abrir o olho de Faraó contra Pentephres, seu conselheiro. Ama o marido com devoção. É amiga de Azenate. Ajuda o romance de Azenate e José. É simples e humilde, apesar de ser riquíssima e poderosa. Tem um gato de estimação que está sempre com ela e é considerado sagrado.

Tany

Bianca Rinaldi

Mulher do Faraó. Linda, discreta, paciente e sábia. Está sempre do lado do bem e da justiça. Tenta abrir o olho de Faraó contra Pentephres, seu conselheiro. Ama o marido com devoção. É amiga de Azenate. Ajuda o romance de Azenate e José. É simples e humilde, apesar de ser riquíssima e poderosa. Tem um gato de estimação que está sempre com ela e é considerado sagrado.
Thot (Daniel Bouzas): Padeiro do Faraó. Conhece José na prisão. É encrenqueiro, mal encarado. Não gosta de José. Tem um fim trágico.

Thot

Daniel Bouzas

Padeiro do Faraó. Conhece José na prisão. É encrenqueiro, mal encarado. Não gosta de José. Tem um fim trágico.
Zilpa (Andréa Avancini): Antiga serva de Lia e concubina de Jacó. Zilpa tem bom coração, mas não é confiável. É mãe de dois filhos de Jacó: Gade e Aser.

Zilpa

Andréa Avancini

Antiga serva de Lia e concubina de Jacó. Zilpa tem bom coração, mas não é confiável. É mãe de dois filhos de Jacó: Gade e Aser.
    Access log