Notícias

Brasileiros deixam a desejar no ciclismo de estrada em Londres 2012

Apenas dois ciclistas do Brasil completaram suas provas

  • -A
  • +A

O Brasil fez figuração no ciclismo de estrada. Foto: François Lenoir / Reuters

Do R7

Modalidade sem tradição no Brasil, o ciclismo de estrada contou com atletas brasileiros competindo sem maiores pretensões em Londres 2012. Dos seis ciclistas enviados aos Jogos Olímpicos, apenas dois completaram a prova.

No masculino, Murilo Fischer foi o melhor do País na disputa, terminando a desgastante prova em 31º lugar. Os outros dois compatriotas, Magno Prado e Gregolry Panizo, não conseguiram completar o percurso.

O resultado foi praticamente idêntico no feminino, quando somente a goiana Clemilda Fernandes completou a corrida, realizada debaixo de forte chuva. A atleta terminou os 140 km em 23º lugar, na melhor posição já alcançada por uma brasileira.

Saiba tudo o que rolou em Londres 2012

Veja como ficou o quadro de medalhas

No entanto, a performance de Clemilda não foi acompanhada pelas outras duas atletas do Brasil em Londres 2012. Fernanda da Silva Souza não completou por exceder o tempo limite da corrida, enquanto Janildes Fernandes não conseguiu terminá-la.

No feminino, a medalha de ouro foi para a holandesa Marianne Vos, com 3h35min29. A prata ficou com a britânica Elizabeth Armitstead e o bronze com Olga Zabelinskaya, da Rússia.

Entre os homens, quem subiu ao lugar mais alto do pódio foi o cazaque Alexandr Vinokurov, que marcou 5h45min57. A prata foi para Rigoberto Uran Uran, da Colômbia, e o bronze para Alexander Kristoff, da Noruega.