Novela Jesus Historiadores revelam curiosidades sobre os banquetes romanos

Historiadores revelam curiosidades sobre os banquetes romanos

De acordo com Maurício Santos e José Lúcio, consultores da novela Jesus, os anfitriões não economizavam nos banquetes, afinal, fartura representava riqueza e poder

Historiadores revelam curiosidades sobre os banquetes romanos

Muito vinho, pratos exóticos e extravagâncias: historiadores revelam curiosidades sobre os banquetes romanos

Muito vinho, pratos exóticos e extravagâncias: historiadores revelam curiosidades sobre os banquetes romanos

Reprodução/RecordTV

A família de Pôncio Pilatos foi recebida em Jerusalém com um tradicional banquete romano na novela Jesus. Apesar de o clima não ter sido o dos melhores, a festança foi regada a vinho e teve uma enorme variedade de pratos, como mandava a etiqueta da época. Mas, de acordo com os registros históricos, os exageros não se restringiam apenas ao cardápio em jantares como este.

Em um bate-papo com o site oficial, os consultores da novela, Maurício Santos e José Lúcio, revelaram algumas curiosidades sobre os costumes apreciados por Roma. No evento organizado no Palácio de Herodes, por exemplo, foram servidas travessas de carnes de ovelha, galinha, assados de aves de caça, entre eles faisão adornado com plumas, e frutas variadas.

De acordo com os historiadores, os anfitriões não economizavam nos banquetes, afinal, fartura representava riqueza e poder. Além disso, faziam questão de oferecer pratos exóticos como, por exemplo, cabeça de girafa. Na primeira rodada de um banquete romano era comum ainda convidar um pensador para expor ideias e provocar reflexões.

Os mais ricos costumavam oferecer também um espetáculo teatral, distraindo seus convidados com atrações religiosas, históricas ou de outros prazeres como o da caça. Os divertimentos também podiam incluir palhaços e dançarinos. "Havia concurso de quem bebia uma taça de vinho mais rápido. Após o soar da trombeta, dava-se início a competição. Além disso, poetas eram chamados para proferir cantos e alegrar a todos. Os anfitriões também contratavam músicos para animar a festa", explicou José Lúcio.

Em Roma, era de bom tom por parte do convidado comer, ou melhor, se empanturrar até vomitar - costume que foi seguido em Jerusalém pelos judeus helenizados. Os anfitriões disponibilizavam, inclusive, vomitódromos e servos que ajudavam as pessoas a esvaziarem a pança para que elas pudessem voltar a comer mais. Por fim, os romanos encerravam a festa com orgias.

A novela Jesus vai ao ar de segunda a sexta, às 20h55.

    Access log