Plano Alto “Minha preparação foi abrir jornais”, diz Paulo Gorgulho sobre papel de presidente em Plano Alto

“Minha preparação foi abrir jornais”, diz Paulo Gorgulho sobre papel de presidente em Plano Alto

Ator considera personagem como um dos mais fáceis de sua carreira

“Minha preparação foi abrir jornais”, diz Paulo Gorgulho sobre papel de presidente em Plano Alto

Paulo Gorgulho será presidente na trama

Paulo Gorgulho será presidente na trama

Divulgação/Rede Record

O objetivo da nova minissérie da Record, Plano Alto, é mostrar ao telespectador como funciona a política de forma aprofundada e, principalmente, seus bastidores. Para reforçar o time de atores selecionados a dedo, Paulo Gorgulho aceitou o papel de presidente da República, conhecido como Ângelo Torril na trama. Em entrevista ao R7, o ator revela que considera este um dos trabalhos mais fáceis de sua carreira.

─ Foi uma das coisas mais simples que já fiz. Infelizmente, a preparação para o personagem foi abrir os jornais e acompanhar a mídia. Os veículos estão cheios destes políticos que não conseguem enxergar que o tipo de política que fazem já passou. O país merece mais respeito e, ao contrário disso, estamos cheios de escândalos, mentiras jogadas para baixo do tapete. Posso dizer que não houve dificuldade alguma.

Para Gorgulho, o povo brasileiro carece de informação e precisa de uma minissérie como Plano Alto.

─ O momento é completamente oportuno, uma vez que as eleições estão aí. Somos uma democracia jovem, não muito bem informada. As pessoas são manipuladas a todo instante. É impossível você saber tudo sobre um candidato ou partido, mas é importante ter uma base política. Neste sentido, o papel da minissérie é favorecer.

O ator diz que estar envolvido em um trabalho que pode atingir a sociedade é mais prazeroso.

─ A profissão de ator é transformadora. Eu almejo que o espectador mude para melhor após assistir a um trabalho meu. É bacana quando você consegue fazer algo que pode acarretar mudanças, seja de atitude ou pensamento. 

+ Elenco se reúne em coletiva de imprensa e assiste ao primeiro capítulo de Plano Alto

Assim como todo o elenco entrevistado, Paulo Gorgulho fez questão de parabenizar o autor da minissérie.

─ Tive o privilégio de trabalhar com Marcilio Moraes, que se não é o maior, posso considera-lo um dos maiores autores atuais. Bastou ler o texto e entender o tipo de política que ele queria para encontrar seis ou sete possibilidades em jornais e televisão.

    Access log