Plano Alto “Nenhum outro trabalho foi tão bem recebido”, revela Gracindo Junior sobre Plano Alto

“Nenhum outro trabalho foi tão bem recebido”, revela Gracindo Junior sobre Plano Alto

Nova minissérie da Record estreia no dia 30 de setembro, às 23h30

“Nenhum outro trabalho foi tão bem recebido”, revela Gracindo Junior sobre Plano Alto

Ator será governador Guido Flores

Ator será governador Guido Flores

Divulgação/Record

Para compor o elenco pesado de Plano Alto e encarar o papel de governador do Rio na trama, Guido Flores, nada melhor do que um ator com nome na teledramaturgia brasileira. O R7 entrevistou Gracindo Junior, escolhido graças ao talento indiscutível e vasta experiência.

O ator, filho de Paulo Gracindo e pai de Gabriel Gracindo, que tem dado um show como Iago na novela Vitória, revela que este é seu trabalho mais prazeroso dentro da emissora.

─ Acredito que, em dez anos de Record, nunca nenhum outro papel foi tão bem recebido por mim. A minissérie é de uma qualidade, no meu ponto de vista, nunca apresentada antes pela emissora. O acabamento e texto são maravilhosos, além do elenco impecável, selecionado a dedo. Estamos muito esperançosos em relação à aceitação dos telespectadores, principalmente por ser um retrato da nossa política atual, além de ter um propósito.

Para matar a curiosidade do público, o ator fala um pouco sobre Guido Flores e conta como se preparou para viver, impecavelmente, um governador de Estado.

─ O personagem é muito gostoso de fazer, porque carrega características de diversos políticos. Estudei a vida e trajetória de vários governadores, me inspirei em muita gente. O senador Pedro Simon foi uma grande referência, por ser uma das pessoas mais fortes que temos na política, que viveu momentos importantes da história do país, assim como meu personagem. Guido Flores, nos anos 70 ligado ao Partido Comunista, é o atual governador do Rio. É muito correto, mas preso ao seu passado.

Para Gracindo Junior, a política é como um jogo.

─ Ou você participa, ou não. Estamos falando de um meio muito especial, já corrompido. Existe um jeito certo e cuidadoso de lidar com pessoas no poder. Assim, conseguimos enxergar o que é ético, identificar os ladrões e quem tem boas intenções.

    Access log