Vitória “Prestem atenção! Ele não é só um professor”, diz André de Biase sobre Dante

“Prestem atenção! Ele não é só um professor”, diz André de Biase sobre Dante

Ator diz que é possível uma escolha do personagem pelo lado do mal

“Prestem atenção! Ele não é só um professor”, diz André de Biase sobre Dante

Ator revela que grupo neonazista descobrirá segredo que seu personagem carrega do passado

Ator revela que grupo neonazista descobrirá segredo que seu personagem carrega do passado

Reprodução Rede Record

Não é difícil perceber que o professor Dante carrega um mistério em relação ao seu passado, que poderá ser descoberto pelo grupo neonazista. Em entrevista ao R7, André de Biase chama a atenção do público para seu personagem, que, segundo ele, não é só um educador.

─ Ele passou por caminhos tenebrosos em sua vida e guarda um segredo, que será, sim, revelado pela turma de Priscila [Juliana Silveira]. Dante é inteligente, observador e estrategista. É um cara que come pelas beiradas e gosta de “jogar xadrez”. O fato de ele revelar que existe este bando preconceituoso em uma das escolas mais tradicionais do Rio é interessante. Meu personagem vai crescer dentro da trama e uma coisa eu digo: Dante gosta de comandar, não é apenas um professor. Não sei do que ele é capaz para conseguir o que quer, mas pode até pular para o lado do mal.

Será que o professor ficará nas mãos do grupo neonazista? André de Biase diz que, na sua opinião, o personagem não cairá em chantagens.

─ Acredito que Dante não abaixará a cabeça. Trata-se de uma das tramas mais inteligentes e misteriosas da novela. Daqui para frente, ele estará pisando em ovos. Posso dizer que meu personagem chegará aonde quer, porque é mais experiente que essa garotada.

Imperdível! Veja o que rolou nos bastidores da inauguração do Laíza’s Bar

Neonazistas estragam show de Laíza. Relembre outros ataques organizados pelo grupo

Já que tem contato direto com o núcleo neonazista, por interpretar um funcionário da escola de Priscilla, o R7 não poderia deixar de perguntar qual é a visão do ator sobre movimentos de racismo na atual sociedade. Para André de Biase, muita gente envolvida nesses crimes não tem noção do que faz.

─ Sei que a ideologia neonazista cresce muito, o que é extremamente preocupante. Depois de tantas conquistas de pessoas mais informadas, fico pasmo com a existência desta segregação racial. No Brasil, isso chega a ser ridículo. Acho que é consequência de uma rebeldia, característica dos jovens. Eles acham uma tatuagem legal e já querem imitar, sem ter noção do significado dos símbolos, além de não pensar que são monitorados a todo instante. Hoje em dia, há câmeras por toda a parte, que filmam qualquer ato de violência.                                                                                             

O ator diz, ainda, que o preconceito pode surgir pela falta de educação oferecida ao povo brasileiro.

─ Como sabemos, nossa educação é de 5º mundo e temos uma formação de valores em nível baixíssimo. Isso contribui para manifestações racistas. É importante abordar este tema na novela para evitar a expansão do problema.

    Access log