Notícias

“Eu acredito no casamento, no amor, no para sempre”, declara Renata Domingues

A atriz falou sobre o especial Casamento Blindado, que vai ao ar nesta terça (17)

Renata Dominguez e Guilherme Berenguer: no ar no especial Casamento Blindado (Foto: Divulgação)

No especial Casamento Blindado, que vai ao ar nesta terça-feira (17), Renata Domingues vive a doce Clara que abandonou os estudos e a carreira para cuidar do marido, Antônio Carlos, interpretado por Guilherme Berenguer.

Os dois cuidam de um pet shop e ele é veterinário. A rotina do marido, bastante intensa, faz com ele não dê a atenção de que sua mulher necessita. Essa é uma das três histórias que compõem o programa — adaptação do best-seller homônimo de Renato e Cristiane Cardoso.

A comédia romântica se inspira no livro que fala sobre as relações que envolvem homens e mulheres e que precisam de cuidado e dedicação para manter o amor vivo. Assim que Renata Domingues recebeu o convite para participar do programa, decidiu se empenhar ao máximo e ler a obra para ter mais conteúdo na hora de interpretar.

— Eu comecei [a ler o livro] há pouco tempo. O que eu vi é que se existe uma fórmula de sucesso no casamento essa fórmula é o diálogo. É você entender que fácil não vai ser, não vai ser perfeito ou um conto de fadas. Vale a pena você abrir mão de algumas coisas para preservar o relacionamento. Não dá pra ser só você ou só ele, não dá pra se anular também. É difícil porque precisa de um equilíbrio. O desgaste na relação vai acontecer inevitavelmente, então é você entender que tem diferentes fases e eu acho o que sustenta é o amor, porque a paixão passa.

A bela contou que tem um exemplo dentro de casa como referência para colocar em sua personagem, que luta para manter o casamento. Os pais da atriz namoraram por nove anos e têm 35 de casados. Cresceu em uma família muito sólida e por conta de sua criação, namorou quase 12 anos antes de se casar com seu marido — o diretor Edson Spinello.

— Eu acredito no casamento, eu acredito no amor, no para sempre. Eu casei para ser para sempre. Eu sei que não é perfeito, mas eu acredito que é possível encontrar uma forma pra dar certo. Depois de muitos anos, a gente já conseguiu encontrar uma fórmula para dar certo, de fazer dar certo. Quando você quer que dê certo, você acha um jeito apesar das dificuldades. A cada dificuldade que você consegue superar junto com a pessoa, aquilo fortalece a relação.

Sobre o especial da Record, Renata falou que o público vai se identificar, pois ele funciona como um guia, um meio de orientação para os casais.

— Eu acho que é um tema com muita carta na manga, tem muita coisa para tocar, para desenvolver, até porque cada relacionamento é um relacionamento. Nesse piloto mesmo são três casais com conflitos diferentes uns dos outros e cada um tem uma forma de se amar. Cada relacionamento é único, então acho que não tem como o público não se reconhecer. No fundo, são seres humanos e todos nós passamos em algum momento da vida pelos mesmos problemas.

Veja também:

“O mesmo cinema que vai para as telas grandes, vai para a tela da Record” revela Del Rangel

“O casamento é um projeto pessoal onde nasce a família”, diz Guilherme Berenguer

A RecordTV informa que não oferece vagas de emprego, prêmios ou participação nos programas por e-mail