Notícias

Jornalistas presos na Venezuela chegam ao Brasil

A Record TV informa que os jornalistas Leandro Stoliar e Gilson de Oliveira já estão no Brasil. Os dois trabalhavam na Venezuela numa investigação que está em curso em toda a América Latina sobre investimentos do BNDES em obras de empreiteiras brasileiras no exterior.

Depois de quase 36 horas sob custódia de policiais e militares do SEBIN, Serviço Bolivariano de Inteligência da Venezuela, que confiscaram equipamentos, câmera, computador e celulares de nossos profissionais.

A Record TV repudia de forma veemente este tipo de violência que atenta contra a liberdade de expressão e tenta controlar o acesso à informação. Estratégia de regimes que desprezam a democracia e os direitos humanos.

A Record TV agradece o apoio das autoridades brasileiras, de Diplomatas, de advogados e representantes de entidades dos direitos humanos, como a Transparência Venezuela e do Sindicato dos Jornalistas Venezuelanos que buscaram resguardar a segurança e os direitos dos jornalistas presos ilegalmente. Esperamos a mesma mobilização no sentido de recuperar os equipamentos e objetos pessoais que foram confiscados sem explicação.

De qualquer maneira a investigação conduzida em vários países sobre os desvios em obras internacionais financiadas com recursos do BNDES prosseguirá e as reportagens serão exibidas, em breve, numa série especial no Jornal da Record.

A RecordTV informa que não oferece vagas de emprego, prêmios ou participação nos programas por e-mail