Novidades Dani Moreno comenta cena em que Furacão é agredida por Bernardo

Dani Moreno comenta cena em que Furacão é agredida por Bernardo

Atriz revelou ter se "inspirado na própria história", além de depoimentos de outras vítimas, durante as gravações da sequência 

  • Novidades | Vinícius Andrade, do R7*

Poderosa encontrou Furacão machucada após agressão

Poderosa encontrou Furacão machucada após agressão

Reprodução/Record TV

A novela Amor Sem Igual, que voltou ao ar com cenas inéditas na última quarta-feira (28), exibiu a sequência em que Bernardo (Heitor Martinez) espancou Furacão (Dani Moreno).

O chefe da segurança da Bras atacou novamente a ex-garota de programa e o filho Caio (Henrique Camargo) depois que Duplex (Miguel Nader) foi atrás do vilão para cobrar explicações por ele ter tentado obrigar Furacão a ir para cama com ele.

Em entrevista ao site oficial, a atriz Dani Moreno revelou ter se "inspirado na própria história", além de depoimentos de outras vítimas, durante as gravações da cena de violência.

“Eu entro nas estatísticas por ser uma mulher que passou algum tipo de agressão física, e acabei não denunciando. [...] Me inspirei bastante em mim, nesse lugar que já conheço”, afirma a atriz.

No entanto, Dani destacou a importância da ficção poder alertar às pessoas sobre os casos reais de violência contra a mulher, além da busca por justiça:

“Não se cale, independentemente de quem for o agressor, da situação e do motivo, denuncie!”, ressaltou a atriz. 

Emoção aliada com a técnica 

Além da emoção, a atriz contou que a sequência da agressão contra Furacão foi cercada de muita técnica com o parceiro Heitor Martinez.

“Foi bastante difícil de fazer. Priorizamos a técnica, porque são cenas em que, se deixar a emoção levar, pode gerar algum problema em se descontrolar fisicamente".

Reviravolta

Apesar do sofrimento que a personagem está passando na trama, Dani Moreno adiantou que o público pode aguardar uma reviravolta na história da Furacão:

“Podem esperar mais uma volta por cima”, finalizou a atriz.

Violência contra a mulher

Recentemente, os órgãos de proteção ampliaram os canais de atendimento e denúncia de violência contra a mulher e disponibilizaram o WhatsApp, no número (61) 99656-5008, com o objetivo de reduzir e combater os casos no país.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira 

Últimas