Balanço Geral Manhã Mulher mata bebê e diz que só queria colocar fim ao sofrimento dele

Mulher mata bebê e diz que só queria colocar fim ao sofrimento dele

Após longas horas mantendo o filho refém, a criminosa ainda acusou o marido de abusar da criança; entenda

Mãe mantém filho refém por longas horas

Mãe mantém filho refém por longas horas

Reprodução/Record TV

O Balanço Geral Manhã mostrou a tensão durante um sequestro na Grande São Paulo. Uma mãe manteve o filho de quase dois anos refém dentro da própria casa. As negociações levaram mais de três horas.

Na última quinta (27), a polícia foi acionada por vizinhos que reclamaram de um forte cheiro de gás vindo da residência. Os agentes chegaram no local por volta das 16 horas e descobriram que a mãe mantinha o filho de um ano e sete meses refém.

Vizinhos contaram que a mulher não costumava sair de casa e aparentava ter depressão. O marido dela estava trabalhando quando tudo começou.

Uma equipe de ações táticas especiais foi acionada e iniciou as negociações com a mulher. Foram mais de duas horas de conversa, mas a polícia já desconfiava que a criança havia sido morta. 

Um dos agentes contou que a maior preocupação era o menino e, durante as negociações, eles não tiveram nenhuma prova de vida. Após muita conversa, a criança foi colocada dentro da ambulância, mas já estava morta — tudo indica que ele tenha sido asfixiado.

Moradores ficaram ao redor da residência para acompanhar o desfecho. O marido da mulher participou das negociações. 

Protegida pelos escudos dos agentes, a mulher saiu da casa e foi acompanhada até o carro da polícia. De acordo com os negociadores, a criminosa apresentava falas desconexas e disse que o filho havia sido abusado pelo marido e, por isso, queria colocar um fim ao sofrimento dele.

O marido negou as acusações e a polícia vai investigar o caso.

Veja a reportagem na íntegra: 

O Balanço Geral Manhã é exibido de segunda a sexta-feira, a partir das 5h, na Record TV.

Últimas