Funcionário público é preso por matar amante e incendiar motel em SP

Renato Silva, de 51 anos, foi preso em flagrante suspeito de incendiar um quarto de motel após matar a amante, de 26 anos, em São Paulo. Ele era funcionário público e fazia bico de segurança em uma empresa.