Caso Henry

Balanço Geral Manhã Pai de Henry diz que menino não queria ver a mãe

Pai de Henry diz que menino não queria ver a mãe

Primeira audiência do julgamento dos acusados de matar o menino durou 12 horas

Durou mais de doze horas a primeira audiência do julgamento da morte do menino Henry Borel. O pai de Henry foi ouvido. É a primeira vez que ele fica frente à frente com a ex- mulher Monique Medeiro sapós o crime. Os dois choraram durante o depoimento. Leniel Borel contou que, antes de morrer, o filho não queria ver a mãe e dizia: "A mamãe não é boa". O ex-vereador Doutor Jairinho não esteve presente. Ele ganhou o direito de assistir a sessão virtualmente por conta da pandemia. Durante a audiência também houve uma confusão entre a promotoria e o advogado de Monique. A juíza precisou intervir.

Últimas