"As características sugerem mais um feminicídio", diz delegado sobre assassinato de jovens em Caxias 

A família das três jovens mortas em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, está com medo porque o assassino ainda está solto. A DHBF (Delegacia de Homicídios da Baixada) já ouviu as testemunhas. Segundo o delegado Moyseis Santana, a principal linha de investigação é de que tenha sido latrocínio ou feminicídio. Ele afirma também que o crime teria ocorrido por um único suspeito.