Estação do Guandu volta a funcionar após detergente ser detectado

A Cedae (Companhia Estadual de Águas e Esgoto) retomou o tratamento e produção de água na ETA (Estação de Tratamento de Água) do Guandu, na Baixada Fluminense, por volta das 9h desta terça-feira (4). A empresa tinha interrompido o tratamento na segunda-feira (3) após detectar um grande volume de detergentes na água bruta que chega à estação de tratamento. Segundo a empresa, as comportas do canal principal foram abertas após técnicos constatarem que não há risco na operação. O abastecimento foi retomado de forma gradativa, mas em algumas regiões, o restabelecimento completo pode levar até 72 horas.Apesar do volume de detergente encontrado, a Cedae diz que a qualidade da água não foi afetada, já que o protocolo de segurança foi acionado e a operação da estação interrompida.