Balanço Geral RJ Familiares alegam injustiça em prisão de jovem acusada de estelionato no Rio

Familiares alegam injustiça em prisão de jovem acusada de estelionato no Rio

Maria Eduarda Silva do Nascimento, de 18 anos, trabalhou como operadora em uma empresa de consórcios por 9 dias

Familiares de uma jovem presa acusada de estelionato alegam injustiça no caso. Maria Eduarda Silva do Nascimento, de 18 anos, trabalhou como operadora em uma empresa de consórcios por 9 dias. Maria Eduarda estava entre os quatro funcionários detidos pela polícia no ultimo dia 14. Segundo os parentes, a mulher é inocente e não tinha conhecimento dos golpes que eram aplicados pelos patrões.

Últimas