Balanço Geral RJ Familiares de mortos no Complexo do Chapadão, há dois anos, protestam no Rio

Familiares de mortos no Complexo do Chapadão, há dois anos, protestam no Rio

Samuel Vicente, de 17 anos, e o padrasto foram abordados durante uma operação policial na comunidade 

Familiares de dois mortos no Complexo do Chapadão, na zona norte do Rio, há dois anos, fizeram um protesto no Rio. Samuel Vicente, de 17 anos, e o padrasto foram abordados durante uma operação policial na comunidade. Segundo parentes, os dois estavam em uma moto a caminho da UPA de Ricardo de Albuquerque para socorrer a namorada de Samuel. Durante o trajeto, a PM fez disparos. A jovem foi a única sobrevivente. A versão dos policiais é de que a equipe foi atacada durante um patrulhamento na região.

Últimas