Polícia investiga se sargento do Exército foi executada no Rio

O corpo da sargento Bruna Carla Borralho Cavalcante de Araújo, de 27 anos, assassinada em uma suposta tentativa de assalto na Vila Kennedy, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, foi sepultado nesta terça-feira (1º). A  DHBF (Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense) trata o caso como latrocínio (roubo seguido de morte), mas o delegado não descarta outras linhas de investigação. A vítima já havia registrado três ocorrências de agressão contra o marido.