Hora da Venenosa Roberto Carlos defende fim do aperto de mão

Roberto Carlos defende fim do aperto de mão

Cantor já tomou as duas doses contra Covid-19

O cantor Roberto Carlos, de 80 anos, defende o fim do aperto de mão. O cantor acha que deveria ser o cumprimento oriental, só se curvando. Os funcionários que trabalham na casa dele foram proibidos de usar transporte público e ele não deixa ninguém entrar no carro dele.

Últimas