Balanço Geral "Meu cachorro foi torturado", revela tutora sobre morte após banho e tosa 

"Meu cachorro foi torturado", revela tutora sobre morte após banho e tosa 

Câmeras de monitoramento mostram animal pendurado pelo pescoço; entenda a investigação

Cão é morto após banho e tosa e tutora alega maus tratos de Pet Shop

Cão é morto após banho e tosa e tutora alega maus tratos de Pet Shop

Reprodução/Record TV

O Balanço Geral apurou detalhes da morte do Chibi, um cachorro de 2 anos levado a um pet shop em São Paulo, para fazer banho e tosa, mas que morreu após o procedimento. O cão não voltou nem para casa, e a morte aconteceu no local que sua tutora, Cíntia, havia o deixado. 

A mulher alegou que pelas imagens que o próprio estabelecimento disponibilizou, seu cachorro sofreu por maus tratos no atendimento. Nos vídeos da câmera de segurança, o animal parece inquieto e chega até ficar pendurado pelo pescoço. 

Em um momento, outras duas pessoas se aproximam para tentar ajudar a mulher que era responsável pelo procedimento do cão, mas mesmo assim a conduta no tratamento com o animal não se altera, o que aparenta o deixar ainda mais irritado. 

Cíntia, tutora do cachorro, fez um boletim de ocorrência contra o pet shop, e disse que vai buscar por justiça. Além disso, a mulher não consegue conter a indignação com o tratamento que Chibi teve. "Meu cachorro foi torturado", contou. 

A responsável pelo cão conta também que o estabelecimento não a atendeu quando fez ligações para o local, e não fizeram contato com ela. Cíntia descobriu que seu cachorro já estava sem vida quando chegou ao veterinário, que o próprio pet shop levou. 

O Balanço Geral vai ao ar de segunda a sexta, às 11h50; e aos sábados, às 13h, na Record TV.

Últimas