Balanço Geral Saiba como age o novo golpista do amor brasileiro

Saiba como age o novo golpista do amor brasileiro

Vanderlei, de 45 anos, se aproveitava da vulnerabilidade de mulheres em diferentes estados do país

Resumindo a Notícia
  • Uma mulher começou a se relacionar com um homem e achou as atitudes dele suspeitas;

  • Durante o relacionamento, fez uma descoberta chocante que mudou tudo;

  • Então, ela se prontificou a tomar providências para desmascará-lo;

  • Agora, ele é investigado por diversos crimes, e uma das vítimas deu depoimento exclusivo.

Vanderlei mudava de personalidade para conquistar diversas mulheres

Vanderlei mudava de personalidade para conquistar diversas mulheres

Reprodução/RECORD

O Balanço Geral acompanha o caso de um homem determinado em tirar dinheiro de mulheres carentes. Vanderlei Araújo Pires, de 45 anos, está sendo investigado como suspeito de aplicar golpes financeiros em pretendentes amorosas. 

O "golpista do amor" se reinventa todos os dias para se aproximar das vítimas e iniciar um namoro de promessas falsas e consequências inimagináveis. Para convencer as mulheres, ele faz declarações extravagantes e garante casamento. 

Bom de conversa, ele já afirmou ser cuidador de idosos, motorista de aplicativos e, até mesmo, técnico de enfermagem. Porém, segundo as autoridades, ele é suspeito de enganar mulheres e responde a diversos processos na Justiça.

Além disso, ele está sendo investigado pelas polícias de vários estados brasileiros. Goiás, Distrito Federal, Tocantins e Minas Gerais trabalham juntos para a apreensão do criminoso. 

Uma das vítimas de Vanderlei deu um depoimento exclusivo ao programa. A cabeleireira tem 57 anos, e conheceu o homem há pouco mais de um ano. Segundo a mulher, ele contou toda a sua história de vida, mas só depois ela percebeu: "Metade era mentira". 

Os dois começaram a se envolver, e pouco depois de um mês já estavam em um relacionamento. Vanderlei insistiu para dar certo, mas, logo no começo do namoro, a mulher já estranhou o comportamento dele. 

A vítima contou sobre uma ocasião específica que a fez abrir mais os olhos quanto ao novo companheiro. Em seu aniversário, o homem fez um grande ato, com flores e extravagâncias. Porém, a surpresa mesmo veio no final do dia: "Não tinha dinheiro para pagar, eu tive que desembolsar", disparou. 

Mesmo assim, Vanderlei e a cabeleireira se relacionaram por vários meses. Ela contou que chegou a passar cerca de R$ 12 mil para o então namorado. Ele pedia altas quantias e alegava os mais variados motivos, como cuidados médicos, por exemplo. 

Ela revelou, ainda, que sempre quando recebia seu salário, Vanderlei aparecia com uma desculpa apelativa para precisar de mais dinheiro. Já chegou, inclusive, a mandar foto da própria mãe no hospital. 

Ademais, a cabeleireira detalhou que ele exigia a transferência de forma imediata: "Se você demorar, ele insiste". Usando o argumento de que se ele não estivesse realmente precisando, ele não pediria. 

Apesar de tudo isso, o que mais chocou a mulher foi descobrir que enquanto prometia se casar com ela, Vanderlei já estava casado com outra mulher, de quase 70 anos. Revoltada com a descoberta, ela procurou os parentes da idosa e, juntos, desmascaram o golpista. 

Quando a cabeleireira questionou o homem sobre o seu outro relacionamento, ele enviou uma mensagem de áudio humilhando, ainda mais, a vítima. "Você não é boba, você é retardada", afirmou Vanderlei. 

Em uma delegacia de Goiânia, especializada em investigar crimes praticados contra mulheres, o golpista já foi denunciado diversas vezes. Uma única mulher, que teve um relacionamento com ele durante quatro anos, já esteve no local pelo menos três vezes diferentes. 

Vanderlei acumula uma lista de acusações, perseguição e invasão de domicílio são algumas. Em um Boletim de Ocorrência registrado contra o homem, a mulher afirma ser vítima de violência doméstica praticada pelo ex-namorado. 

A equipe da RECORD procurou o golpista por meio de um aplicativo de mensagens. Quando questionado sobre sua profissão, Vanderlei garantiu que tem uma formação específica, mas não exerce no momento. 

Em nota, seu advogado admitiu que ele está envolvido em incidentes criminosos, mas que sua versão será explicada para a Justiça. 

Já para as vítimas, resta o prejuízo financeiro e o desgaste emocional. A cabeleireira que acusa Vanderlei faz um desabafo seguido de alerta para mulheres que possam vir a se tornar vítimas: "Eu sei que muitas estão carentes, mas vamos amar a nós primeiro". 

Confira na íntegra:

Fique ligado no Balanço Geral para mais casos como esse. O programa vai ao ar de segunda a sexta, às 11h50; e aos sábados, às 13h, na RECORD.

Últimas