Balanço Geral Suspeito de assassinar engenheiro pede perdão para a família da vítima

Suspeito de assassinar engenheiro pede perdão para a família da vítima

A Polícia Civil aguarda o laudo da perícia técnica para confirmar se outra pessoa está envolvida no crime

Gabriel Souza Brito, suspeito de assassinar executivo de multinacional nos EUA, pede desculpas para a família

Gabriel Souza Brito, suspeito de assassinar executivo de multinacional nos EUA, pede desculpas para a família

Reprodução/RECORD

Gabriel Souza Brito, suspeito de assassinar o engenheiro Paulo Roberto Braga, que trabalhava como executivo em uma empresa multinacional nos Estados Unidos, pediu desculpas para a família da vítima. O Balanço Geral trouxe mais detalhes sobre o caso, que segue sendo investigado.

De férias no Brasil, Paulo Roberto estava na cidade de Ribeirão Preto (SP), onde visitou familiares e reencontrou amigos. Mas, ele desapareceu misteriosamente.

No dia seguinte, a mãe de Paulo Roberto recebeu a ligação de um homem, que dizia estar com celular de seu filho. A mulher acionou a polícia, que encontrou o corpo de Roberto estrangulado dois dias após ser informada. 

Para o delegado do caso, Targino Osório, outra pessoa pode estar envolvida no crime. A Polícia Civil aguarda o laudo da perícia técnica para confirmar ou não a presença de outro criminoso. 

Preso temporariamente, Gabriel contribui com as investigações. "É o melhor a se fazer", disse. 

Além disso, o homem também se desculpou com os parentes da vítima: "Queria pedir sinceras desculpas. Imagino como ela [a mãe] deve estar sofrendo", relatou o suspeito. 

O Balanço Geral vai ao ar de segunda a sexta, às 11h50; e aos sábados, às 13h, na RECORD.

VEJA TAMBÉM: "Estamos desesperados", relata pai de jovem que desapareceu misteriosamente em SP

Últimas