Balanço Geral Candidato à presidência do Equador é morto a tiros

Candidato à presidência do Equador é morto a tiros

Em comunicado oficial, o atual presidente do Equador disse que as forças armadas vão ser mobilizadas para garantir a segurança nacional

O candidato à presidência do Equador Fernando Villavicencio, de 59 anos, foi morto a tiros, durante um ato político na capital do país. "Los Lobos” apareceram encapuzados em um vídeo e assumiram o atentado. A facção, considerada a segunda maior do Equador, também fez ameaças a outro presidenciável. Com mais de oito mil membros, a organização tem braços no tráfico internacional e é responsável por ataques brutais dentro de presídios, recentemente.

Últimas