Balanço Geral Caso Ana Paula Campestrini: suspeito da morte da ex-mulher mantinha triângulo amoroso

Caso Ana Paula Campestrini: suspeito da morte da ex-mulher mantinha triângulo amoroso

Wagner Oganauskas já tinha um mandado de prisão por não pagar pensão para a primeira ex-mulher

O Balanço Geral traz novas informações sobre a morte de Ana Paula Campestrini, executada na entrada do condomínio onde morava, em Curitiba (PR). O diretor de clube Wagner Oganauskas, ex-marido e principal suspeito da morte de Ana Paula, chegou a viver um triângulo amoroso com uma amiga da ex-mulher, que viveu na casa da família. Foi essa relação que teria ajudado a vítima a decidir terminar o casamento. A polícia também descobriu um mandado de prisão contra Wagner, que deveria ter sido cumprido antes da execução da ex-mulher. Ele não teria pago pensão para a primeira ex-mulher.

Últimas