Caso Henry

Balanço Geral Caso Henry: babá que sabia das agressões e mentiu à polícia presta novo depoimento

Caso Henry: babá que sabia das agressões e mentiu à polícia presta novo depoimento

No primeiro interrogatório, a mulher de 25 anos teria negado que o menino era agredido em casa

A ex-babá do menino Henry Borel chegou à delegacia no início da tarde desta segunda-feira (12) para prestar novo depoimento sobre a morte do garoto de 4 anos. Thayna de Oliveira Ferreira, de 25 anos, teria mentido no primeiro depoimento, quando negou a vítima sofria agressões na casa onde morava com a mãe, Monique Medeiros, e o padrasto, o vereador Jairinho. Segundo a troca de mensagens entre a ex-babá e a mãe de Henry, que a polícia teve acesso após apreender o celular da funcionária. Henry foi vítima de uma sessão de tortura do padrasto um mês antes de morrer.

Últimas