Balanço Geral Caso Joaquim: mãe e padrasto são julgados no interior de SP após 10 anos da morte do menino

Caso Joaquim: mãe e padrasto são julgados no interior de SP após 10 anos da morte do menino

O padrasto deu uma dose exagerada de insulina em Joaquim, que tinha diabetes

Começou nesta segunda-feira (16) o julgamento da mãe e do padrasto do menino Joaquim. Guilherme Longo e Natália Ponte são suspeitos de matar a criança, de 3 anos. Segundo as investigações, o homem deu uma dose exagerada de insulina em Joaquim, que tinha diabetes e após matar o enteado, Guilherme ainda jogou o corpo dele em um córrego perto da casa da família. A mãe do menino é investigada por omissão de socorro.

Últimas