Balanço Geral Caso Miguel: polícia investiga suspeito de ajudar casal a torturar criança

Caso Miguel: polícia investiga suspeito de ajudar casal a torturar criança

Polícia teve acesso a troca de mensagens da mãe da vítima com a companheira, que cita a ajuda de um homem para acorrentar Miguel

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul teve acesso a novas provas sobre o caso do menino Miguel, de 7 anos, que foi dopado e jogado no rio pela própria mãe. Após a prisão de Bruna Porto da Rosa, companheira de Yasmin, mãe da criança, os investigadores encontraram vídeos onde a mulher aparece ameaçando Miguel, e as mensagens trocadas pelo casal. Em uma delas, Bruna conta que contou com a ajuda de um homem para acorrentar melhor Miguel, que era mantido preso dentro de um armário. A repórter Mel Albuquerque traz mais informações sobre o caso. Confira!

Últimas