Caso Raíssa: confira os últimos detalhes das investigações

O menino de 12 anos que confessou o assassinato da menina Raíssa, encontrada morta no Parque Anhanguera, zona norte de São Paulo, voltou atrás na declaração e disse que contou com a ajuda de uma terceira pessoa, um homem chamado "Baianinho", para cometer o crime. Para assistir ao conteúdo na íntegra, acesse o PlayPlus.com