Caso Tafner: filha e genro de casal morto há dez anos passarão por novo julgamento

Há dez anos, Roberta Nogueira Cobra Tafner foi acusada de ter matado os pais com a ajuda do marido, Willians de Sousa, dentro da casa de veraneio do casal em Santana de Parnaíba (SP). Por falta de provas, ambos foram absolvidos da denúncia de duplo homicídio triplamente qualificado. No entanto, a decisão do tribunal foi anulada um ano depois do julgamento, com a alegação de que os jurados não tomaram pleno conhecimento das provas e não tiveram a oportunidade de ouvir as testemunhas. Agora, um novo júri deve ser marcado para definir o destino dos dois e da herança milionária das vítimas, avaliada em R$ 60 milhões.