Balanço Geral Celular de mulher morta pelo marido após briga por futebol desaparece

Celular de mulher morta pelo marido após briga por futebol desaparece

A família de Érika luta por justiça e quer a guarda dos filhos da vítima

A empresária Érica Fernandes Ceschini, de 34 anos, morreu esfaqueada pelo marido na cozinha do apartamento onde morava na zona oeste de São Paulo. Leonardo Ceschini teria cometido o crime depois de uma discussão sobre futebol. Ele foi autuado em flagrante por homicídio. Agora, a família de Érika luta por justiça e quer entender por que o celular dela está em posse da advogada de Leonardo e não com a perícia.

Últimas