Condenado no regime semiaberto conquista o direito de atuar como motorista de aplicativo

A concessão do direito de trabalhar como motorista de aplicativo a um preso do regime semiaberto pela primeira turma do Tribunal de Justiça do Distrito Federal tem causado grande polêmica. De acordo com os desembargadores do TJ, o trabalho externo foi autorizado por ser importante para a ressocialização.