Balanço Geral Coveiros são suspeitos de receber propina para reservar vaga em cemitério lotado

Coveiros são suspeitos de receber propina para reservar vaga em cemitério lotado

Os acusados teriam enterrado caixões vazios para garantir covas aos clientes do esquema

Coveiros do cemitério municipal de Formigas, em Minas Gerais, são suspeitos de cometer crime de corrupção para reservar vagas no local, que está lotado. Segundo o Ministério Público, os funcionários recebiam até R$ 3 mil por vaga reservada e chagavam a enterrar caixões vazios para garantir as covas aos clientes do esquema.

Últimas