Balanço Geral Diarista morre após ser agredida pelo próprio filho no interior de SP

Diarista morre após ser agredida pelo próprio filho no interior de SP

Maria de Lourdes chegou a ficar internada por 15 dias, mas não resistiu; Edson Júnior foi preso em flagrante

Uma diarista de 59 anos morre após ser agredida pelo próprio filho dentro de casa, em Salto, interior de São Paulo. Dona Maria de Lourdes estava em casa quando o tatuador Edson Aparecido Júnior, de 30 anos, chegou bastante agressivo, agredindo a companheira. A mãe e a cunhada tentaram intervir e foram agredidas pelo homem. Maria de Lourdes chegou a ficar internada por 15 dias, mas não resistiu. Edson Junior foi preso em flagrante no dia do crime e agora responderá também por homicídio.

Últimas