Balanço Geral Donas de escola que deixavam crianças amarradas são condenadas em São Paulo

Donas de escola que deixavam crianças amarradas são condenadas em São Paulo

Roberta e Fernanda Sérme já estavam presas preventivamente por decisão da Justiça

O Balanço Geral fez uma denúncia em primeira mão de uma escola em que as donas mantinham as crianças amarradas nas cadeirinhas. Roberta Sérme, a diretora, Fernada Sérme, a sócia e Solange Hernandez, funcionária da escola foram condenadas. As donas da “Colmeia Mágica” já estavam presas preventivamente por decisão da Justiça. Já a funcionária responde solta ao processo.

Últimas