Balanço Geral Empresário assassinado teve celular destruído pelos sócios

Empresário assassinado teve celular destruído pelos sócios

Dênis Durden Lima, culinarista de 37 anos, foi morto a golpes de faca

Dênis Durden Lima, culinarista de 37 anos, foi assassinado por Herberth Prates Rodrigues Lima, que era seu sócio em um empreendimento. Herberth teve a ajuda de Christian Senci, que também era sócio no negócio, para esconder o corpo da vítima. Christian deve ser indiciado por ocultação de cadáver e, agora, os investigadores procuram saber onde está Herberth. A investigação descobriu que o celular de Dênis foi destruído pelo assassino após o crime. O que sobrou do aparelho foi apreendido e levado para a perícia. Porém, agora ficam as questões: o que Herberth queria destruindo o celular do sócio? Por quê os dois brigaram? 

Últimas