Família diz que transexual jogada do sétimo andar foi vítima de crime de ódio

Chiara Duarte Pereira, de 27 anos, foi morta a golpes de faca durante uma discussão com um homem. Em seguida, foi jogada da varanda de um prédio no centro de São Paulo. O vendedor ambulante Jefferson Pereira Santos, de 18 anos, foi preso em flagrante. Ele disse que se defendeu durante uma briga sobre o pagamento de um programa e que não sabia que Chiara era transexual. Para a família da vítima, não há dúvidas, a jovem foi morta por puro preconceito.