Balanço Geral Família luta para provar inocência de taxista preso após aceitar corrida de criminosas

Família luta para provar inocência de taxista preso após aceitar corrida de criminosas

Seu Waldir não sabia que as passageiras haviam acabado de roubar um homem

O Balanço Geral mostra o drama de Seu Waldir, um taxista de 63 anos preso por um crime que não cometeu. Há cinco meses, o motorista conhecido há 35 anos na região de Pinheiros, zona oeste de São Paulo, buscou uma passageira em um hotel. A mulher pediu para que ele fosse até uma praça buscar outras duas passageiras. Ao chegar, a mulher desceu do carro e voltou acompanhada das amigas, todas muito assustadas. Pouco tempo depois, o táxi é parado pela polícia e todos vão presos. Waldir não sabia, mas as mulheres haviam acabado de roubar um homem. Agora, a família do taxista luta para provar a inocência do homem, que permanece preso.

Últimas