Balanço Geral Família tenta provar inocência de barbeiro suspeito de matar diretora e professora de creche

Família tenta provar inocência de barbeiro suspeito de matar diretora e professora de creche

Câmeras de segurança registraram Walyson da Silva deixando a casa da sogra no dia do crime

O barbeiro Walyson da Silva, de 20 anos, foi preso suspeito de envolvimento na morte de duas funcionárias de uma creche, em São Paulo. Porém, a família do rapaz garante que ele é inocente. Segundo a sogra do barbeiro, Walyson estava em sua casa no dia e na hora do crime, fato que a família comprova com imagens de uma câmera de segurança, que registrou o rapaz deixando a residência da sogra. Os familiares suspeitam que o verdadeiro criminoso esteja usando os documentos de Walyson, roubados em 2015.

Últimas