Homem que agrediu ex-companheira que estava grávida é preso no Paraguai

O jovem acusado de agredir sua ex-companheira, que estava grávida, foi preso no Paraguai um mês após o crime. Esse não é o único crime cometido por ele, que tem registrado uma denúncia também por estupro. Eva, a última vítima, recebeu alta após ficar doze dias internada em estado grave. Além de perder o bebê, teve os dois braços quebrados, fraturas na face e uma perfuração no pulmão. Para assistir ao conteúdo na íntegra, acesse o PlayPlus.com