Balanço Geral Homem que matou a namorada após o término é condenado a 16 anos de prisão

Homem que matou a namorada após o término é condenado a 16 anos de prisão

O advogado de Rafael alegou que ele não poderia ser condenado, mas não convenceu o júri

Aconteceu na última quinta-feira (8), em Santa Rosa de Viterbo, no interior de São Paulo, o julgamento de Rafael Belavenuto, assassino da própria esposa, Marília Campos. O crime aconteceu em agosto do ano passado, após o homem não aceitar o fim do relacionamento e asfixiar a mulher. O advogado de defesa alegou que Rafael não poderia ser condenado, muito menos ficar atrás das grades, mas os argumentos não convenceram o júri e Rafael foi condenado a 16 anos e 9 meses de prisão.

Últimas