Balanço Geral Investigação aponta que mais pessoas sabiam das agressões sofridas por Henry

Investigação aponta que mais pessoas sabiam das agressões sofridas por Henry

Segundo especialistas, Monique e Jairinho apresentam traços de psicopatia

O novo depoimento prestado pela babá do menino Henry Borel aponta que a morte do garoto poderia ter sido evitada. Segundo Thayná de Oliveira, além da mãe da criança, Monique Medeiros, a diarista do casal e a avó materna do garoto sabiam das agressões praticadas por Jairinho. A babá relatou à patroa ao menos dois episódios de agressões antes da morte de Henry e, nas duas ocasiões, as reações de Monique demonstraram falta de empatia pelo próprio filho.

Últimas