Balanço Geral Jorge Aragão é acusado de dar calote de R$ 131 mil em empresa

Jorge Aragão é acusado de dar calote de R$ 131 mil em empresa

Jorge Aragão está sendo acusado de dar calote de R$ 131 mil e arruinar uma empresa do ramo musical. A Sonata diz que investiu a quantia de R$ 131.679,00 para compra de equipamentos técnicos, roupas e uma van que seriam utilizados na produção musical do sambista. Segundo a empresa, tudo teria sido negociado com o próprio cantor, um diretor e um produtor. A empresa entrou na justiça alegando que foi vítima de um golpe e pede de volta o dinheiro investido e mais R$ 100 mil de indenização por danos morais. Os advogados do cantor alegam que nunca assinaram contrato com a Sonata para compra de equipamentos, roupas ou uma van e dizem também que a empresa colocou como "provas" apenas mensagens, e-mails, unilaterais. Para assistir ao quadro Hora da Venenosa na íntegra, acesse o PlayPlus.com

Últimas