Juiz paraguaio nega pedido de prisão domiciliar a Ronaldinho Gaúcho

O juiz negou o pedido de prisão domiciliar ao ex-jogador e ao irmão dele por entender que há risco de fuga e prejuízo às investigações. Ronaldinho Gaúcho e Assis foram presos por entrarem no Paraguai com passaportes falsos. Outras quatro pessoas também foram detidas na manhã desta terça-feira (10). Para assistir ao Balanço Geral na íntegra, acesse o PlayPlus.com