Balanço Geral Justiça determina “home care” a bebê com doença rara e mãe espera há dois anos

Justiça determina “home care” a bebê com doença rara e mãe espera há dois anos

Decisão que saiu em maio de 2019 ainda não foi cumprida pela Prefeitura de São Paulo e Mikaelly continua no hospital

O Balanço Geral acompanha a história de uma mãe que luta para ter a filha em casa. Aos cinco meses, a pequena Mikaelly foi diagnosticada com atrofia muscular espinhal, uma doença rara que requer cuidados especiais. Em 2019, Simonete, mãe da pequena, conseguiu na Justiça o direito ao “home care”, que é o atendimento domiciliar, com todos os equipamentos e profissionais especializados, mas até agora a Prefeitura de São Paulo não cumpriu a decisão. Acompanhe a reportagem!

Últimas