Balanço Geral Justiça manda soltar assassino de mulher e alega que ele não sabia o que estava fazendo

Justiça manda soltar assassino de mulher e alega que ele não sabia o que estava fazendo

Tânia aparece em um vídeo pedindo socorro no meio de uma rua, no interior de São Paulo. Ela brigou com o inquilino, que não pagava o aluguel, e teria sido ameaçada de morte. Pouco tempo depois desse vídeo, Tânia foi morta, mas não pelo inquilino. A mulher foi assassinada pelo caseiro da chácara dela - com quem teve um relacionamento amoroso. Mas Jorge, que estava preso, já está em liberdade. A Justiça alegou que ele não pode responder pelo crime porque é viciado em drogas e não sabia o que estava fazendo na hora do crime.

Últimas