Laudo aponta que tiro que matou modelo na casa do namorado delegado não partiu dela

Um laudo da polícia científica pode mudar o rumo das investigações e derrubar a tese do delegado Paulo Bilinskyj, que afirma que a namorada Priscila Delgado atirou nele e depois se matou durante uma briga de casal em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. De acordo com o documento, a trajetória da bala que atingiu o coração da jovem reforça indícios de que o tiro não teria sido disparado por ela. Para assistir ao Balanço Geral na íntegra, acesse PlayPlus.com