Mãe de jovem boliviana morta pede ajuda para translado do corpo para a Bolívia

Delfina Ordonez, que estava no Brasil para passar alguns dias com a filha e as netas, agora lida com os trâmites do translado de Kimberly Ordonez, a jovem boliviana de 23 anos encontrada morta dentro do apartamento onde morava com o namorado no Brás, região central de São Paulo. O suspeito de ter cometido o crime, Diego Mendoza, de 21, está foragido e teve a prisão preventiva decretada pela Justiça. Para assistir ao Balanço Geral na íntegra, acesse o PlayPlus.com