Balanço Geral Morre porteiro agredido por entregador durante confusão em condomínio no Rio

Morre porteiro agredido por entregador durante confusão em condomínio no Rio

O motoboy havia acusado os porteiros de agressão após ser impedido de usar a saída “social” do prédio

Morreu o porteiro Jorge José Ferreira, de 58 anos, após ser agredido por um entregador de aplicativo, em um condomínio no Rio de Janeiro. O motoboy Marcus Vinícius Correia, de 32 anos, havia acusado os porteiros de agressão e chegou a registrar o momento em que foi imobilizado por um dos funcionários. O Balanço Geral teve acesso a imagens de câmeras de segurança que mostram o começo da confusão. Jorge pede para o motoboy sair pelo portão de serviço, mas Marcus se nega e inicia uma discussão. Irritado, o motoboy parte pra cima do porteiro, que corre para a guarita e pega uma barra de ferro. O motoboy pega o artefato e atinge o porteiro ao menos sete vezes. De acordo com o laudo da necropsia, o porteiro morreu por traumatismo craniano.

Últimas