Mortos em Paraisópolis: mãe de jovem que apanhou dá versão do que aconteceu

Nove jovens morreram após uma ação da polícia em um baile funk em Paraisópolis, em São Paulo. As vítimas  tinham entre 14 e 23 anos de idade. A versão da polícia é que eles foram pisoteados. Mas algumas famílias não acreditam nisso. Seis policiais prestaram depoimento e tiveram as armas apreendidas. Eles disseram que foram atacados com pedras e garrafas e reagiram com bombas de gás e balas de borracha. Imagens gravadas com um celular mostram jovens encurralados num beco por policiais militares. A mãe de uma das jovens que apanhou, mas sobreviveu, conta detalhes sobre o que teria acontecido. Para assistir ao conteúdo na íntegra, acesse o PlayPlus.com